quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O que os pré-requisitos dos anúncios de emprego realmente querem dizer

Vontade de crescer” = “Disposição para trabalhar muito ganhando pouco, apostando que um dia a empresa cresça e deixe você rico.”

Horários flexíveis” = “Esteja preparado para trabalhar aos sábados, de madrugada ou sair sempre mais tarde.”

Habilidade para identificar e resolver problemas” = “A empresa está uma bagunça e esperamos que você seja capaz de arrumar isso.”

Iniciativa e autonomia” = “Prepare-se para trabalhar sem supervisão de um chefe e assumir toda a responsabilidade.”

As definições engraçadinhas, aqui em tradução livre, estão no micro-artigo Decodificando as descrições de emprego: o que elas realmente querem dizer, publicado no site de busca de empregos Monster.com. Aproveito e acrescento alguns significados ocultos que a gente pode encontrar em anúncios (muitos, mas não todos) por aí:

Profissional arrojado” = “disposto a pular de cabeça, sem pensar muito, na oferta que vamos fazer”

Flexibilidade” = “a equipe está pequena. Pode ser que o chefe peça para você fazer um café qualquer hora”

Desenvoltura e facilidade de relacionamento” = “será que você consegue segurar só na lábia uns clientes meio chatos que estão ligando toda hora?”

Saiu aqui no site da Época

JK: Então, ainda se acha especial por ter conseguido aquela vaga de emprego que dizia isso tudo? Vai nessa.

2 comentários:

Lila disse...

Genial!!! Definições perfeitas.

Thiago Quintella de Mattos disse...

Clássica!!! Eu amo eufemismos laborais!