terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Exército dos EUA se desculpa por cartas ao "Fulano de Tal"

O Exército dos EUA pediu desculpas por ter enviado 7.000 cartas a parentes de soldados mortos no Iraque e Afeganistão dirigindo-se aos destinatários como "caro John Doe" (expressão equivalente a "Fulano de Tal").

O Exército disse que as cartas deveriam ter saudações individualizadas, mas que houve um erro de composição. "O Exército dos EUA está se desculpando", disse a instituição em nota.
O general George Casey, chefe do Estado-Maior do Exército, enviará uma carta pessoal a cada destinatário que recebeu a correspondência inadequada, segundo o Exército.

Pelo menos 4.224 militares dos EUA morreram no Iraque desde o início da ocupação, em 2003. Outros 627 morreram na Operação Liberdade Duradoura, que inclui operações militares no Afeganistão e em outros países da África, Ásia e Oriente Médio.

Fonte: Reuters


JK: Pelo jeito os erros do exército estão sendo terceirizados.