sábado, 22 de abril de 2017

Tem horas que tudo que eu preciso é de um Ctrl Z

Você está lavando a louça e aquela sua caneca favorita, que você trouxe da Cochinchina, contrabandeada no meio de um bolo de roupa suja, por dias e dias, para se lembrar daquela viagem louca e inesquecível, de repente cai e se parte em mil caquinhos.

Tudo o que você queria neste momento era um Ctrl Z. 

Um Ctrl Z na vida. Volta tudo, deixa a caneca suja e lava amanhã, porque hoje não é o dia.




terça-feira, 21 de março de 2017

Série palavras bizarras: Paralelepípedo

Começando nova série hoje! A ideia é zoar com alguma palavra de nossa nobre língua mátria portuguesa, e desvendar sua tendência bizarra. E para começar, vamos de cara com essa misteriosa palavrota:

Paralelepípedo

Minha teoria é que a origem se deu quando alguém estava tentando nomear como deviam ser as casas em relação às ruas em uma cidade. Isso em uma época em que as ruas não eram como hoje, eram becos, vielas, corredores tortuosos. Só que aí, a figura estava andando de carruagem num lugar desses em que se senta as pedras na rua, enquanto tentava explicar que a rua devia ser paralela ao pé das casas. Chacoalha aqui, chacoalha ali e o que ele conseguiu dizer foi:

- Pa-pa - ra - re - le- p - pi - pe - d - do...

Bem, foi só zoação dentro da carruagem e depois disso, toda vez que foram dizer qual o tipo de rua que assenta pedras como calçamento, passaram a usar a palavra que entenderam: Paralelepípedo.

E foi assim, porque sim!

domingo, 18 de dezembro de 2016

Revezes de ano-novo - o retorno ;)

O caro leitor mais antigo talvez se lembre de uma tradição natalina, que costumava figurar no blog, de fazer previsões para o ano-novo. Mas nossas previsões, é claro, tinham o modo bizarro ligado, dá só uma conferida no nosso Princípio dos Revezes de Ano-novo:

"Todas as previsões feitas neste blog não se confirmarão. Dessa forma, fá-la-emos sempre ao contrário do que desejá-la-emos que aconteça, para garantir a minimização de coisas ruins de grande monta no ano vindouro. Esta determinação chamar-se-á: Revezes de Ano-novo".

Então, depois de ler os nobres escritos da tábula na qual foi postulado o Princípio dos Revezes de Ano-novo, vamos quebrar a banca e fazer as previsões para 2017! Só que, dessa vez, será um pouco diferente. Acompanhe!

Janeiro: Mês desagradável! Com milhares de turistas na ilha de Florianópolis, superlotando o trânsito, um grande incêndio se formará na Avenida Beira Mar Norte. Mais de mil carros estarão envolvidos. O incêndio se espalhará até atingir as duas pontes, única forma de acesso à ilha, pois a terceira ponte é só cartão postal, e todos ficarão isolados por dias. Muitos fracassarão na tentativa de fugir a nado e um apocalipse zumbi surgirá na ilha. As autoridades detonarão as três pontes, para prender todos os zumbis na ilha e somente um ser humano restará, com seu fiel cão pastor: Will Smith. Porque ele é a lenda!

Fevereiro: Mês zumbizento. As autoridades não contavam com a capacidade de zumbis atravessarem o canal do estreito até o continente. Os zumbis começarão sua conquista pelos habitantes de São José que, vocês sabem, vão demorar a entender o que está acontecendo, porque afinal, são de São José, não sabem nem dirigir direito. No fim do mês, chegarão a Blumenau, onde vão organizar uma grande festa zumbi, eliminando de vez a OktoberFest do mapa, para estabelecer a Zumbifest.

Março: Mês agourento. O carnaval será cancelado. Bem, não tem coisa pior para acontecer no mundo do que o carnaval ser cancelado, então milhares sucumbirão à única data que restará dos festejos de momo: quarta-feira de cinzas. Momo mesmo, perdeu 100 quilos e, consequentemente, o trono. Sua mulata virou feminista e nunca mais vai posar de biquíni ao lado dele, pois "a mídia que se exploda, eu não sou um objeto". Nenhuma outra mulata jamais posará de biquíni e salto alto novamente, pois "mulheres mandam e que se foda o que vocês pensam".

Abril: Mês descerebrado. Durante o mês de março, enquanto todos se lamentavam por não ter mais carnaval, o apocalipse zumbi chegou, devagar e sempre, ao sudeste do país. Aí, entraram numa rixa com os paulistanos, porque eles ficaram naquela lenga-lenga de "meu, cês não sabem o que é cidade grande". Obviamente, os zumbis nem ouviram o que os paulistanos disseram e devoraram seus já pequenos cérebros. Assim, foram naturalmente para o Rio de Janeiro, onde foi meio difícil devorar cérebros, pois o tráfico e a violência urbana já tinham devorado grande parte. Assim, com baixa resistência no sudeste, zumbis partem com tudo para tomar o restante do país.

Na fronteira sul do país, os humanos resistem, já que gaúcho é macho até debaixo de outro macho, diz o ditado. Mas uma infiltração de zumbis em meio ao charque, pega a República dos Pampas de surpresa e todo o cone sul, dependente de churrasco cai, inevitavelmente.

Maio: Mês do cão. Os zumbis chegam a Brasília. Não faz muita diferença no cenário da capital, mas podemos ver uma nítida melhora nos discursos do Senado e da Câmara. Como a cadeira de presidente estava vaga novamente, os zumbis elegem um cachorro zumbi como presidente do Brasil. Donald Trump envia um WhatsApp parabenizando-o pela posse. Logo em seguida, o serviço de WhatsApp cai no Brasil, levando grande parte da população não zumbi ao suicídio. Ninguém sabe o que aconteceu com os políticos de Brasília, mas acredita-se que muitos tenham se revelado zumbis, aproveitando a onda. Rolou muita selfie com zumbis, já que é moda, né?

Junho: Mês explosivo. O primeiro zumbi ultrapassa as fronteiras do pais. Os Estados Unidos, sob o comando de Donald Trump, declaram guerra à Venezuela, porque o zumbi chegou, não por causa do petróleo.

Julho: Mês da moda. Os zumbis dominam o setor de telecomunicações e aeronáutica e se espalham pelo mundo, criando uma grande moda zumbi. Humano que não é zumbi, entra na moda, só para não ficar de fora da onda. As autoridades políticas do mundo revelam que, na verdade já eram zumbis disfarçados de humanos e mantinham o sistema capitalista e o modo de consumo ostentação para transformar as pessoas lentamente em zumbis. Todos comemoram a novidade, pois buscavam um sentido para suas vidas consumistas.

Agosto: Mês da rebeldia. Bem, todo mundo sabe que agosto é o mês do desgosto,assim, um grupo de loucos alternativos resolve ir contra a moda zumbi. Começam a usar capacetes de metal, inspirados no Magneto, para que os zumbis não tenham acesso a seus cérebros. A eles se unem as guerrilhas ambientais, que vocês sabem, são sempre contra zumbis, e tomam o poder em vários países. No Brasil, ninguém consegue destituir o cachorro do Planalto, então os zumbis continuam mandando.

Com os rebeldes no poder, o que era moda vai se transformando em démodé, e como ninguém quer ser démodé, quem se fingia de zumbi começa a buscar outra moda para se situar.

Setembro: Mês de virada. Uma lei árabe diz que durante o Ramadã, zumbis não podem se multiplicar. Mas não adianta muita coisa, pois acaba-se descobrindo que zumbis são mais ou menos como Gremlins: molhou depois da meia noite, multiplicou o bicho. A moda zumbi encontra seu declínio: humanos se revoltam contra zumbis, pois está faltando cérebros no mercado.

Outubro: Mês de guerra. Humanos, liderados pelos rebeldes se voltam contra a moda zumbi e decidem atacá-los com as forças armadas. Como todo mundo sabe, as forças armadas não funcionam nem contra o Godzilla, então é necessário criar um super-herói japonês, ao estilo Ultraman, para salvar o mundo. Também surgem os esquadrões super sentai e outros heróis cheios de chacra, cosmos, ki e energia espiritual, mas nenhum deles consegue, nem com uma super Genki dama.

Donald Trump, que estava em guerra com a Venezuela, decide que zumbis são os novos terroristas do mundo e determina que os EUA estão em guerra contra o terror. Atrasado, como sempre, somente chega, quando todos já foram derrotados e resolve posar de salvador do mundo.

Novembro: Mês subversivo. Finalmente, uma resposta efetiva ao apocalipse zumbi. As bruxas da ilha da magia, também conhecida como Florianópolis, o marco zero do apocalipse zumbi, saíram de seus esconderijos nas pedras e resolveram aplicar suas magias para salvar o mundo. Descobre-se que tudo o que os zumbis precisam é de um cafuné na cabeça e um livro pra ler, pois são seres carentes de amor e educação. Milhões de zumbis retornam a seus lares, tornando-se humanos melhores.

O serviço de WhatsApp retorna, mas não é mais o mesmo. Agora só circulam correntes fake e memes antigos e ninguém mais tem saco pra ler. Com isso, o WhatsApp decide encerrar suas atividades, após declínio massivo de usuários.

Dezembro: Mês de faxina. Com toda a bagunça que os zumbis fizeram pelo mundo, as autoridades políticas retomam o poder, como se nada tivesse acontecido. As bruxas voltam para suas pedras na ilha, afinal, os humanos são patéticos. Donald Trump anuncia o triunfo dos EUA na guerra e declara que, apesar da ameaça, mais uma vez o capitalismo e a sociedade de consumo se provaram fortes e venceram.

Por fim, declara que bruxas são terroristas e que suas ideias de amor e educação são comunistas e devem ser erradicadas, pelo bem da sociedade. E todo o mundo acata, como sempre.

E assim, temos um feliz ano-novo!

domingo, 25 de setembro de 2016

Ecos da privada

Dias desses, estava naquele momento filosófico em que todo ser humano se depara com o mais íntimo do seu ser, na solidão do banheiro. Estava cagando. Era um cagar normal, com alguns peidos sonoros e um, particularmente, me chamou a atenção por ser agudo e contínuo, ecoando pelas paredes da privada, o que imediatamente me fez pensar na acústica da privada.

Poxa, que acústica! De deixar teatros pomposos com suas orquestras filarmônicas no chinelo. E pensando no assunto, você observa três características fundamentais da boa acústica privadesca:

1. O revestimento cerâmico dos lados;
2. A água na parte de baixo;
3. A bunda humana na parte de cima.

Juntando esses três obséquios privadais, remonta-se uma caixa acústica de perfeição sonora tamanha que o pum não se limita a seus ouvidos, ou mesmo ao ambiente banheiral. O peido se amplifica e todos na redondeza podem apreciar a agudeza ou a gravidez da sonoridade instrínseca e particular deste fenômeno.

O próximo passo é aprender a peidar em tons e semitons. Assim, podemos realizar a façanha do peido sinfônico. Beethoven que se cuide!

E, por falar em Beethoven, dá uma olhada nesse cara, o Capitão Pum. Ele até tentou um Strauss de pum, mas estava fora de tom ¬¬.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Cuidado ao sonhar - parte 1 - sonhar com pinto

Certa noite, há algum tempo atrás, sonhei com um pinto. Era um grande e enorme pinto. Pinto, do tipo pênis, não tipo pintinho amarelinho. 

Quem nunca? 
Bem, se você nunca sonhou com um pinto, sinto muito. É um sonho bem comum. No caso, o pinto em questão estava duro e era enorme. Digo, muito, muito grande. Mas também teve uma vez que sonhei com um pinto mole, brocha, horroroso.

Sim, que post mais pornô, você me diz, mas não é bem assim. Por acaso, tenho um amigo psicólogo que, à la Freud, explicou o motivo pelo qual sonhar com pintos é bem comum.

Seguinte: o falo (pinto, pênis, pica), é um símbolo de poder na sociedade humana. Vem da antiguidade, por isso, vemos objetos fálicos sendo erigidos em toda a parte, como símbolo de poder, como a Torre Eiffel, o obelisco da Liberdade, entre outros vários obeliscos, torres e tudo que lembra um falo ereto.

Inclusive, o leitor mais antigo já viu neste blog, que há um festival no Japão em honra ao falo.

Ok, a pessoa sonha com um pinto, enorme e em posição de combate e não significa sexo? É isso mesmo! Significa que a pessoa que sonhou está em busca de poder, num caminho de empoderamento pessoal. Por isso, se sonharem com um pinto, fiquem felizes! Vocês estão no caminho certo para conquistar seus sonhos!

Mas e se eu sonhar com um pinto brocha? Aí, o significado é bem o contrário, de que você está se sentindo sem poder, sem forças para alcançar o que almeja. O bom de saber disso é que você pode correr atrás e alcançar o tão almejado pinto duro, melhor dizendo, o falo simbólico do poder, em seus sonhos e, consequentemente, na sua vida.

Então, bons sonhos, e bons pintos para vocês! ;)



terça-feira, 9 de agosto de 2016

Salva vidas de nadadores olímpicos

Você podia ser salva-vidas de aquário, de poça d' água, de copo de suco, qualquer coisa, que teria mais utilidade. Mas sério, sério mesmo, você vai ser salva-vidas de piscina olímpica nas Olimpíadas. Aí, bate o tédio, né?




Alan, Steve, Hey!

Você vê um bicho. Ele pode ser uma cotia, uma paca, um tubarão. Sei lá. Ele pode ser qualquer bicho. Ele grita. O que ele grita? Alan, Alan, Alan, Alan, Alan, Ow, Ow, Steve, Steve, Steve...Hey, Hey, Hey...

Sério, veja no vídeo:

terça-feira, 5 de julho de 2016

Mulher é presa acusada de soltar baratas no supermercado

Uma mulher de 56 anos foi presa em um supermercado de Kobe, Japão, acusada de liberar uns bichinhos nojentinhos na seção de pescados. Toshiko Nagase é auxiliar de escritório em uma escola primária e foi vista em um vídeo de segurança deixando uma sacola com 10 baratas por volta das 11h da manhã, no dia 26 de junho. Ela foi acusada de tentar sabotar as condições sanitárias do local e obstruir as operações do estabelecimento. 

A senhorinha negou que estivesse a fim de sabotagem, tudo o que ela queria, de acordo com o depoimento prestado à polícia local, era ajudar as pobres bichinhas a viver livres. E longe da comida de seu gato. 

A notícia veio a público agora porque ontem, 4 de julho, um funcionário reconheceu a senhorinha e notificou a polícia. Agora, como ele reconheceu, é um mistério, já que japoneses são todos iguais. Outro mistério é por que a senhorinha quis deixar esses bichos nojentos viverem e ainda deixá-los na seção de peixe fresco, na plena fartura de comida. Talvez seja budista, ou talvez seja mais um mistério da humanidade.

Essa notícia saiu no Japan Times, leia aqui, só que em inglês.

quinta-feira, 10 de março de 2016

Jack Sparrow vs Shrek

Confesso que nesse Vídeo De Quinta! eu estou em cima do muro. Adoro Shrek e Jack Sparrow é meu personagem favorito ever, de quem, inclusive fiz o cosplay. Agora, se os dois vão lutar, quem vence? O anti-heróico pirata bebum ou o ogro bom marido e pai do pântano? Só ver o que o grupo russo Xpyc Team aprontou dessa vez.


quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Kung Fu vs Terra Média, quem ganha essa?

A luta de hoje no Vídeo De Quinta! é coisa rara, coisa estranha. Afinal, quem ia pensar em botar Jackie Chan lutando contra nada menos que o Olho de Sauron? Pois taí. 

 

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Lara Croft vs Indiana Jones

A arqueologia até parece uma ciência legal, quando tem espaço para essa briga entre as suas duas principais celebridade do cinema. Neste Vídeo De Quinta! a destemida Lara Croft enfrenta a experiência de Indiana Jones.


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Wolverine contra Mickey Mouse

Mais uma luta bizarra no  Vídeo De Quinta! com dois super-heróis clássicos. Wolverine brigando com Mickey Mouse num celeiro, quem ganha? Acerte seu ponteiro Disney Adamantium e abotoa essa.


quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Já que a moda é Let it go!

Depois que a Lady Gaga invadiu laboratórios com seu Bad Project, há uns cinco anos (veja aqui no UniB), virou modinha as escolas de medicina e laboratórios fazerem suas paródias. No Vídeo De Quinta! de hoje, a escola de medicina da Universidade de Chicago, resolveu parodiar Elsa e mandar ver no Let it go, de Frozen. Ou melhor, I don't know


quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Eu atraio gente doida

A pessoa está caminhando na rua sossegadamente quando de repente aparece um maluco e já puxa papo, como se fosse seu amigo de infância. Sim. Essa pessoa é você, essa pessoa sou eu. Somos parte da categoria de pessoas "ímã de maluco".

Não adianta fugir, eles aparecem onde você está, como se você fosse uma espécie de cola, grude, astro gigante que atrai o campo gravitacional exclusivo dos malucos, buraco negro ou qualquer outra coisa que te faça atrair gente doida o tempo todo.

O mais interessante é que assim como você, existem outros e os ímãs de maluco também costumam se atrair entre si, o que é um paradoxo interessante. Afinal ímã de maluco também deve ser maluco, certo? Ou sendo mesmo um ímã, são os opostos que se atraem?

Eu não sei bem, não sou a pessoa mais certa do mundo e acho que o padrão ímã aqui fica paradoxal por causa disso. Mas pensa bem. Você está fazendo uma matéria na rua à noite sobre os albergues de moradores de rua e não tem ninguém na rua além de você, o fotógrafo do jornal e o segurança do albergue que está sendo entrevistado.

Aí aparece o maluco e pra quem ele ruma direto e quase cai em cima? Da pessoa ímã de maluco bem aqui, é claro. Tudo bem, se fosse uma vez só, mas isso sempre me acontece!

Alguém indique uma benzedeira forte, por favor.

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Batman vs Conde Drácula

Vídeo De Quinta! hoje traz a clássica batalha entre Batman e o Conde Drácula. Quê? Você nunca viu? Então abotoa aí e roda logo a luta!

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

As 20 personagens mais bizarras de anime

De tanto me debulhar rindo de certas figuras que surgem no mangá e vão para animes, resolvi fazer uma lista. Como fã que sou, vou fazer um esforço enorme de abarcar animes de estilos e épocas diferentes e não apenas os da modinha, mas como não assisti a todos os animes do mundo, é evidente que essa lista não é imparcial. Agora, aguentem! Ah, aviso que pode conter spoiler, se cuidem!

20. Koenma 


Koenma não larga a chupetinha


Koenma é o filho do Rei Enma, o cara mais poderoso do Mundo Espiritual lá em Yu Yu Hakusho, o que não o impede de usar uma chupetinha mané e ter meio metro de altura. Só que não engana nada, porque ele cresce quando precisa, apesar de não largar a chupetinha.

Pra quem não assistiu esse anime ainda, está perdendo, pois é um dos melhores animes de todos os tempos e a adaptação para a versão brasileira da dublagem foi uma das melhores já feitas e não deixou nada a desejar para o original. Pode conferir nas pérolas do Koenma: "Manda quem pode, obedece quem tem juízo"; "Vem cá ô chupa-cabra"; "Cala a boca trapizomba!"; "Tá pensando que berimbau é gaita?".

19. Ferid Bathory

Ferid Bathory vampiro nobre purpurinado

Um dos vampiros nobres de Owari no Seraph, Ferid, é um personagem que não teria nada demais se fosse apenas um vilão mal, mas ele também é pegajoso e bicha louca purpurinada!

E tem coisa por trás daquele jeito top model de andar (curte só na imagem), que traz muito pano pra manga na história. Tudo indica que ele é um leva e trás, mancomunado na história de criar e liberar o Serafim do Final.

Essa história ainda está em andamento e deve ir ficando mais sinistra, como uma boa história de vampiros deve ser.








18. Mr. Satan


Mr. Satan é o maior 
Vindo de Dragon Ball Z, Mister Satan é uma baita figura com o ego mais gigante do universo. É o autoproclamado herói que vai salvar o mundo e está lá só pela fama e fortuna.

A única coisa de útil que ele faz é ser pai da Videl, essa sim grande lutadora e futura esposa de Gohan. E não dá mesmo pra acreditar que é pai dela, porque ele é feio igual o demo. Ah, tem outra coisa útil, ele vira melhor amigo do Majin Boo e aí, dessa vez, ele realmente salva o mundo. Por covardia, mas salva.


17. Shinji Ikari 


Shinji Ikari é um bundão
Amo Neon Genesis Evangelion! Mas tenho vontade de dar com pau no Shinji, pra ver se ele vira homem! E ainda é o personagem principal!

Primeiro, ele fica de mimimi toda vez que tem que lutar no Eva e acaba atrapalhando a equipe toda e botando os colegas em risco.

Segundo, o mundo tá acabando, os anjos, aqueles monstros gigantes, estão arrasando geral, a colega de Eva dele tá morrendo e que que aquele fedelho faz? Bate um punheta! Não é a toa que é o quarto personagem mais odiado de todos os tempos. Francamente, merece uma sova.

16. Gilles de Rais, o Barba Azul (Caster) 

Caster é do mal
Ele é um fantasma nobre da categoria Caster em Fate Zero, servo do serial killer Ryuunosuke Uryuu, para o qual parece feito sob encomenda.

Na história real (não na ficção), Gilles, o Barba Azul, ficou conhecido por ser um assassino psicopata que lutou ao lado de Joana D'Arc, no século 15. Com esse histórico, é lógico que o personagem da ficção não seria diferente.

Psicopata homicida e completamente insano, Caster é feio como o demo, e compete com o demo em maldade, gosta de assassinar criancinhas com requintes de crueldade. Mas piora. As cenas em Fate/ Zero não mostram nenhum sangue deliberado, corpos em pedaços ou coisas assim, mas a mera presunção dessas cenas invisíveis, quando Caster e Ryuunosuke conversam, já é de revirar o estômago. Ele é do tipo bizarro mau, muito mau. E doido varrido. Confunde a Saber (Rei Arthur) com Joana D'Arc e fica obcecado por ela. Voldemort é fichinha perto desse cara, tô te dizendo.


15. Capitão da 12ª Divisão, Mayuri Kurotsuchi

Capitão Kurotsuchi - olha onde ele bota a espada!
Nem precisa olhar muito pra colocar esse personagem de Bleach na lista dos bizarros. Ele é um shinigami, que tecnicamente são os mocinhos da história, mas ele é nojento, antiético e cheio daquelas coisas científicas bizarras que ele testa nos outros como se todos fossem brinquedinhos nas mãos dele.

Levanta a mão, quem aí não torceu pro Uryuu matar ele no primeiro confronto que eles tiveram? Não é a toa que ele está entre os personagens mais odiados de todos os tempos. Aliás, assistindo Bleach, me deu a impressão que os japoneses não tem uma boa impressão dos cientistas. Só dá cientista pirado e nojento naquele anime!






Ranma: ela ou ele?14. Ranma Saotome

Gurizada nova não vai saber o que é, mas o/a protagonista do anime Ranma ½ merece estar aqui porque fruta que partiu, que personagem bizarra! É o seguinte, Ranma é um garoto que certo dia, cai numa fonte amaldiçoada. E o que acontece?

A partir de então, toda vez que ele se molhar com água fria, vai se tornar uma garota e só volta a ser guri se se molhar na água quente, entendeu? Pior que gremlin! Moral da história: nunca caia em fontes amaldiçoadas, senão vai entrar para a lista.


13.  Nuriko

Nuriko é moça e macho, ao mesmo tempo
O personagem andrógino de Fushigi Yuugi nasceu moleque, mas ao perder a irmã, resolveu vestir-se de moça. Bizarro? Pois é. E não só isso. Apesar da aparência delicada, Nuriko é super extra forte e adora dar em cima de outros dois machões do anime, só para irritar Myaka, a protagonista e sacerdotisa da perseguida Suzako.

Num anime shoujo (para meninas), que fica chatinho muitas vezes por causa daquele mimimi de romance novelesco, Nuriko é o personagem mais interessante por causa dessa dualidade.

12. Karen Kasumi


Karen pronta para a luta
Mais conhecida como a personagem de lingerie de X-1999. Ao que parece, implicitamente, já que japonês fala pelo silêncio, Karen é uma prostituta, por isso trabalha de lingerie e, evidentemente, sempre que aparece para lutar está de lingerie. Super apropriado...

E aí você fica pensando, pô não dava pra vestir uma roupa decente, rapidinho, pra lutar? Claro que a resposta é não, pelo menos para a CLAMP, pois não teria graça numa personagem prostituta que não aparecesse de lingerie (?!). Então por isso, entra para a lista de bizarros.

Às vezes eu fico pensando que certos personagens são feitos assim só pensando nas cosplayers sexy.



11. Sanosuke Sagara

Sanosuke figura
Amigo inseparável de Kenshin Himura, nosso Rurouni Kenshin, Sano é insano (não resisti ao trocadilho;). Usa uma espada gigante, mas prefere os punhos, cabeça dura igual é difícil ver, grosseirão e mal educado, é incrível que consiga ficar vivo, com tanta encrenca que arranja. E, de longe, é o que mais apanha no anime.

Aproveitei pra colocar a fotinho dele no Live Action que ficou ótimo, com atores muito bem escolhidos e um figurino excelente. 











10. Rock Lee

Aproveitando a deixa de personagens que quebram tudo só com os punhos, entra para a lista, Rock Lee, do Naruto. Com visual, nome e movimentos baseados em Bruce Lee, Rock Lee é um ninja da Vila da Folha que, a despeito de existir uma academia ninja e de todos os outros ninja saberem usar ninjutsu e/ou genjutsu, só sabe usar taijutsu (combate corporal).

Mas não se trata de um retardado qualquer. É um retardado persistente e determinado, treinado por um cara que merece menção nessa lista, Gai Sensei, o professor ninja mais bizarro da série Naruto. Gai Sensei se torna o grande ídolo de Lee quando decide treiná-lo, apesar de suas limitações, e vive incentivando-o com treinamentos bizarros nos moldes do "poder da juventude".

Eles usam o mesmo uniforme, que não tem nada da tradicional discrição ninja - parece um refugo de brechó dos anos 70 - e compartilham também o mesmo corte de cabelo horrendo e, pasmem (!), as mesmas sobrancelhonas gigantes! Parecem pai e filho, o que é realmente muito suspeito.

E não é só a aparência ridícula que o coloca na lista. Lee é determinado ao extremo do extremo, até porque trabalho duro é a única forma de ele ser um ninja que só domina taijutsu. Sua força de vontade inquebrantável o coloca em situações que para qualquer pessoa normal seria do tipo bizarro surreal e para ele é só o dia-a-dia na Aldeia da Folha. E apesar de galera sempre dizer pra ele o quanto ele é ridículo, ele não desiste nunca de seu modo ninja de ser. Até parece brasileiro!

O que mais gosto de Rock Lee é que ele faz parte dos bizarros legais, um personagem tão carismático e inspirador que até ganhou seu próprio spin-off. Com episódios cômicos, Lee comanda o show sempre ao lado de seus parceiros de equipe, Neji e Tenten, com um humor que para os padrões japoneses é considerado infantil e tiradas impagáveis, tipo quando Lee tenta imitar ninjutsu e genjutsu, e suas disputas com Naruto pelo amor de Sakura.

Ali ao lado, na primeira foto, Lee e Gai Sensei no Naruto Shippuuden e logo abaixo Lee e seus colegas ninja no spin-off, com um traço mais fofinho. Carimbado na lista, esse não sai nunca mais.



9. Nelliel Tu Odelschwanck

Nelliel mulherão
Nelliel garotinha










A garotinha arrancar de cabelo verde que vira um mulherão quando resolve defender o Ichigo, protagonista de Bleach, e acaba se revelando a antiga terceira Espada do Las Noches, uma das lutadoras mais poderosas dos arrancars.

Ela tem uma baba que cura, chora e grita Itsugoooo o tempo todo e antes de encontrar a trupe do shinigami substituto brincava eternamente de pega-pega com seus dois amigos, Pesche e Dondochakka, que são outras figuras bizarras. Mas aí, ela vê Ichigo apanhando numa luta e vira bicho - literalmente, em dado momento - pra proteger o cabeça de abóbora. 

 

8. Majin Boo

Majin Boo

Falei de Mister Satan e não poderia deixar de falar de sua alma gêmea, Majin Boo. Vilão superpoderoso de Dragon Ball Z cuja ambição vilanesca era transformar a tudo e a todos em doces para comer.

Preciso explicar mais alguma coisa?






7. Gilgamesh, o Rei dos Heróis

Gilgamesh apaixonado por SaberDa série Fate, não é à toa que Gilgamesh é arrogante, onipotente, megalomaníaco, egocêntrico e manipulador profissional.

Ora, ele é simplesmente o dono de todos os tesouros mais valiosos do mundo! Isso inclui pessoas que ele considera valiosas, com a Saber, e mesmo tesouros mágicos e ocultos como o Santo Graal. Ele tem o poder de abrir o portão da Babilônia que tem simplesmente as melhores armas e tesouros que já existiram e tudo nele inspira poder e... mais poder.

Gilgamesh quer tocar o cabelo de Saber em CarnivalGilgamesh teria tudo para ser o vilão super-poderoso que detona geral e não quer saber de regra nenhuma porque é O Rei dos Heróis, poha! Até que no anime de 2006, Fate/ Stay Night, ele vai lutar contra a Saber, que é a versão feminina do Rei Arthur, e o que acontece? Ele pede ela em casamento!

Isso depois de considerá-la dele por direito, já que ela é um tesouro precioso e tesouros preciosos são dele e somente dele. E quando saiu a série Fate Zero (2011/2012), que conta a batalha pelo Graal dez anos antes de Stay Night, o que acontece novamente? Sim, a mesma coisa! Gilgamesh é o cara fodão e super poderoso que quer porque quer se casar, mas sempre termina o anime encalhado como uma baleia dourada, rejeitado por Saber que prefere obviamente sua Excalibur.

É tão bizarro que no Carnival (segunda fotinho ao lado), uma série com episódios especiais cômicos feita em comemoração pelos 10 anos do estúdio que criou Fate, a obsessão de Gilgamesh vira uma das piadas.


6. Yachiru Kusajishi
Yachiru no ombro de Kenpachi

Vocês podem reparar na lista até aqui, que tem pouca personagem feminina. É, ainda rola muito machismo que faz com que personagens femininos sejam tão planos e mornos. E é por isso que dou essa vaga para mais um personagem Bleach, e quem assistiu, tem que concordar comigo, a tenente Yachiru, merece o posto.

Ela tem cabelo rosa, aparência e voz de criança, adora doces e vive passeando no ombro de Kenpachi Zaraki, o capitão da Divisão 11, igual um papagaio. O que a torna inusitada, além do fato de ter feito amizade com Kenpachi, o cara mais macho de Bleach, que a tornou tenente do esquadrão mais macho do Goten 13, é o fato de se meter em situações muito engraçadas de quebra de protocolo, geralmente atrás de doces.

Num mundo que parece um Japão feudal, cheio de cerimônias e formalidades, ela dá um fôlego. Sem falar que é coisa mais esquisita ver um cara todo cheio da marra como o Kenpachi andando pra lá e pra cá com uma pimpolha rosa e sorridente no ombro, tipo um tamagochi. Ela também não tem nenhum senso de direção e coloca apelidos diminutivos em todos - todos mesmo - os personagens.

5. Naruto Uzumaki

Naruto e sua nove caldas

Ok, galera ama o anime Naruto e se rasga por ele. E não é pra menos, a série tem personagens muitos bem desenvolvidos, o que cativa geral. Mas vamo combinar que o personagem título é uma figura bizarra. Primeiro ponto bizarro: a voz da dublagem brasileira. Irritante ao extremo de eu ter pegado nojo do negócio antes mesmo de começar a assistir. Sério mesmo. Ainda bem que se encontra a versão com a voz original em japonês que não é irritante, e então, finalmente pude ver. Mas ele não é bizarro só por isso.

Ele também tem um bicho selado dentro dele, uma besta chamada Raposa de Nove Caudas (segundo ponto), e por isso a figura passa parte do tempo tentando controlar seu demônio interior. Ok, clichê já visto e ainda repetido em muitos personagens, mas elegi Naruto como o personagem mais bizarro, do gênero "tem um demônio dentro", porque tem mais, tem mais.

Terceiro ponto, no início do anime clássico, ele é covarde, apesar de falastrão, ao contrário da imensa maioria de protagonistas de animes. Depois ele acaba criando coragem e sua língua continua solta, berrando o tempo todo que quer se tornar o Grande Hokage, aí ele vive provocando todo mundo pra briga. E, somando-se aos fatos bizarros, numa dessas lutas, ele quase nocauteia o adversário com nada menos que um PUM! Sem falar que ele usa uma técnica, que chama de jutsu sexy, para se transformar em garota e nocautear velhos tarados.

Quarto ponto, ele é um ninja que veste laranja! Tipo, podia ser discreto como... um ninja! Mas não, ele veste a roupa que usaria uma pessoa que não quer se perder no escuro! Praticamente uma sinaleira ambulante! E a roupa é só um argumento visual da personagem, porque traduz a personalidade nada discreta dele. Ou seja, Naruto é o ninja com menos modo ninja do mundo dos animes.

Isso tudo somado às cenas pra lá de bizarras, tipo, quantas vezes você vê o personagem principal tendo um piriri no segundo episódio? Ou usando atributos femininos suspeitos para convencer o sensei a lhe ensinar uns jutsus legais? Coisas assim fazem de Naruto um eterno bizarro.


4. Major General Olivier Mira Armstrong

Esta é uma personagem que você nunca vê cair. Ela é fodalhástica, poderosa, inteligente, uma coluna de pedra com coração de gelo. Comanda, com mãos de ferro, o Forte Briggs, que defende a fronteira norte de Amestris, no anime FullMetal Alchemist Brotherhood.

Só uma história escrita por uma mangaká mulher para ter personagens femininos tão bons como vemos em FullMetal. Não só a general Olivier, mas a sensei Izumi Curtis, a tenente Hawkeye e a guarda-costas Lan Fan, também são personagens femininos bem fora do padrão machista japonês. Por que, então, Olivier está na lista de bizarros?

Porque quebra geral, sem ser classificada como tsundere (estereótipo ridículo de mangás japoneses), é mulher macho sem florzinhas, sem amenizar porra nenhuma, porque mulher não precisa de frescura para provar que é mulher! Não tem um lado frágil e carente como as tsunderes, ela é do jeito que é e que se lixe o que pensam!

A General Olivier, vem da família Armstrong, na qual ser forte é herança genética. Tem um irmão que é outra figura bizarra, o alquimista dos punhos de aço que ama seus músculos, tem pose de macho, mas adora tirar a camisa para se exibir e sempre se emociona com demonstrações de afeto e fidelidade, o extremo oposto da irmã. Olivier vive chamando o irmão de fraco, boiola e covarde, e, apesar de não ser alquimista, ela enfrenta galera forte, sem perder a pose de durona e sem deixar a desejar aos alquimistas.

Na brigada de Olivier só tem macho, porque ela não tolera gente fraca, baitola não entra e nem aguenta o rigor do frio do norte, o treinamento e a rotina de trabalho. O apelido dela é Rainha de Gelo, porque ela é durona com seus subordinados, não se deixa abalar em momento algum e é temida pelos inimigos de Amestris, que apesar de pressionarem a muralha norte, nunca tiveram chance contra o o Forte Briggs.

Ela também se revela muito hábil na política, manipulando autoridades que queriam usar a força dela para corromper o Estado. Sabe o Rei Leônidas dos 300 de Esparta? Se fosse ela, chutaria o mensageiro no buraco, iria com seus homens para a guerra, venceria e ainda mataria os políticos, por estarem contra ela. Enfim, Leônidas é fichinha pra ela.

Ao conhecer a figura, o protagonista Edward Elric, ficou com tanto medo, que nem se importou de ser chamado de baixinho, coisa que sempre provoca reações agressivas e exageradas por parte dele. Enfim, é uma personagem rara, notória e está no hall da fama eterna, como um dos melhores personagens femininos de todos os tempos.

3. Kazuma Kuwabara

Kuwabara, o guerreiro do amor!
Yu Yu Hakusho também merece outro grande personagem nessa lista bizarra. A flor é de cerejeira e o homem é Kuwabara! Essa baita figura que tem cara de figurante, mas espaço de honra na trupe como o cara que apanha, apanha, mas não cai. Igual o Rocky!

Kuwabara vê espíritos, é mal aluno na escola e tem uma gangue que bate em todo mundo, mas só apanha de um cara, Urameshiiii! Apesar disso, os dois acabam se tornando grandes amigos, ele se apaixona pela Yukina, irmã do cara mais mal encarado da trupe, o que dá enredo de sobra para um dos grandes personagens bizarros de animes de todos os tempos!

2. Kon

Kon e Ichigo no beijãoQuase fechando a lista, me aparece outro personagem de Bleach. Quem assistiu Bleach sabe que um dos pontos fortes do anime é a lista extensa de bons personagens, extensa mesmo. Eu poderia fazer um ranking de 20 e ainda ia ficar gente de fora. Dos arrankars mesmo, só tem figura.

Kon no corpo de Ichigo fazendo o que ele nunca fará, jamais faráPor isso resolvi dar este penúltimo prêmio personagem bizarro para o ser que, ora ocupa o corpo do Ichigo, ora ocupa o estofo de um bicho de pelúcia em forma de leãozinho.

Primeiro, que ele é uma alma substituta (?!), criada por Kisuke Urahara e vendida em forma de bala, tipo, um doce de almas, para ocupar o corpo de Ichigo enquanto a alma dele estivesse fora resolvendo assuntos de shinigami. Só que Kon era um doce de almas com defeito, uma alma alterada, e devia ter sido eliminado, mas foi vendido por engano...
Kon se dando mal
Não sei dizer em qual das ocupações ele fica mais bizarro, pois quando ele está como Ichigo, fica pulando igual um retardado e correndo atrás das meninas, coisa que o boiola do Ichigo nunca faria.

E quando está como Kon, faz de tudo para abraçar os peitos das moças bonitas, mesmo que sejam pequenos, e sempre se dá mal. 
Kon se dando bem nos peitos da Orihime
E tem coisa mais bizarra que ser um personagem feito para vender brinquedo? Pois essa é a categoria do Kon. Ele é evidentemente um personagem comercial, criado para vender bichos de pelúcia, já que a venda de brinquedos e produtos licenciados é um dos meios de manter o anime no ar. Tite Kubo merece. Kon, você venceu. Um personagem bizarro que nasceu pra vender brinquedos!





1. Fairy Tail

Ok, Fairy Tail não é um personagem, é um anime inteiro! Só que é um anime que não se salva um puto que não seja bizarro! Então, tudo o que posso fazer é render homenagens bizarrísticas a esse anime sensacional, citando as bizarrices de alguns dos personagens. Uma das coisas que adoro no anime é que ele usa música erudita como trilha sonora e isso torna as cenas ainda mais cômicas, tipo quando eles brigam ao som do Can can [+], o famoso trecho da opereta Orfeu no Inferno, de Jacques Offenbach, quando o Conselho se reúne com Habanera, da ópera Carmen de Bizet [+] ao fundo, e quando Juvia aparece sob a trilha de Air, de Johann Sebastian Bach [+]

Natsu Dragneel - Personagem principal, tem cabelo rosa, cospe e come fogo, conforme seu pai adotivo, o dragão Igneel ensinou. Natsu pertence à guilda Fairy Tail e uma das cenas que mais gostei no início do anime foi quando ele entrou no bar da guilda chutando a porta e berrando ""tadaima!", ou seja, um amor de mula, como diz minha mãe.

Como muito personagem principal de anime, é um moleque impaciente que sempre quer resolver tudo com os punhos de fogo. É meio burrinho, acredita em tudo o que ouve e sua solução para tudo é quebrar tudo. Uma das frases que mais ouvimos dele é: "Então, se eu destruir isso, resolve tudo?" Bem, essa é uma característica forte da guilda Fairy Tail, que sempre tem que arcar com os prejuízos deixados por seus magos destruidores. Vive brigando com seu rival, Gray, e se metendo em confusões estranhas, às vezes por conta de seu parceiro e "filho-dragão", Happy. Seu ponto fraco é bizarro: quando tem que usar qualquer meio de transporte, mesmo por poucos segundos, ele passa mal e não consegue lutar.

Happy - É um gato que voa, companheiro inseparável de Natsu. É um daqueles personagens tipo o Kon, feito para vender brinquedo, mas não tem como não amar! Ele é muito fofo, inocente, trapalhão e emotivo. Quando acontece alguma coisa que o chateia, tipo, Natsu come os peixes dele, ele foge chorando. Por conta disso, acaba provocando situações bem bizarras. Aye Sir!





Gray Fullbuster - Quando menos se espera, surge Gray, o mago do gelo, sem roupa alguma. Esse é seu ponto bizarro, tira as roupas sem perceber e sempre tem alguém pra lembrá-lo de que está sem roupas, porque ele nunca se dá conta disso.

Um personagem feito para conquistar o público feminino para o anime. E dá certo :)






Erza Scarlet - Poderosa e fodalhástica, todos na guilda e arredores tem medo dela. Personagem feita para que o público feminino do anime queira continuar assistindo e tenha alguém em quem se espelhar, Erza é a maga mais poderosa da guilda Fairy Tail. Ela é durona, tem uma cena que me rolei de rir, quando ela está falando, cai num buraco, sai do buraco e continua falando, como se nada tivesse acontecido.

Ela lembra muito a Saber de Fate Zero, pois tem honra de cavaleiro e tudo para ela deve ser sempre feito da melhor forma possível, mesmo que seja só um bolo confeitado ou o fanservice (sim, nunca vi um anime com tanto fanservice sem, nem mesmo ser classificado de ecchi). Vive corrigindo a postura de todos na guilda, perto dela, Gray e Natsu nunca brigam. Apesar de ser a mulher mais macho da guilda, ela não é tsundere (felizmente os personagens do anime não são rotulados dessa forma) e mostra um lado bem maduro ao lidar com suas fraquezas, desde que ninguém coma ou destrua o bolo que ela quer comer.

Seu lado bizarro é sua enorme bagagem de viagem, que ela puxa num carrinho, e suas armaduras, que são parte de seu poder de maga. Vai desde aquela super armadura ultrapoderosa e fechadona até uma de gatinho fofo, toda sexy. O mais engraçado é que sua atitude não muda, mesmo que sua armadura tenha um puta decotaço ou apenas faixas cobrindo os peitos, ela sempre mantém esse ar magnânimo. Virei fã!


mestre da guilda Fairy Tail Makarov Dreyar - O mestre da guilda Fairy Tail. Já de cara, rasga as regras e advertências do Conselho de Magos, porque se um mago se preocupar com as regras de seus superiores, não vão desenvolver seu verdadeiro poder. Um velhinho beberrão, tarado e cheio das frases que soam bizarras, com um fundo de sabedoria. Tipo: Você pode até destruir meu bar, mas não mexa com meus filhos!

A guilda é a cara dele, debochada e uma bagunça só. Tem briga todo dia e mais mago bebendo que trabalhando. Parece um ótimo lugar para se trabalhar e Makarov, com certeza, é o melhor chefe!


Homem com HElfman Strauss - Um Homem, com H maiúsculo. Seu lema é "se você é um homem, resolva com os punhos!", mas no fundo é sensível, chorão, cozinha bem e é extremamente cuidadoso com suas irmãs e sua guilda. Kawaiiiii!


Entorna todas
Cana Alberona - O nome sugere, e muito, seu ponto bizarro: ela é chegada numa cana, entorna um goró bonito de ver, com barril e tudo.





  Monsieur Sol - Da guilda Phantom Lord, caminha como se fosse um homem mola, tem sotaque francês, monóculo e um bigodinho estranho, que sempre diz: Non, non, non, eu corrijo seu erro com três nons. Quero dizer mais nada :P






Para não dar muito spoiller, só vou comentar os personagens bizarros da primeira fase de Fairy Tail, mas a lista não acaba, então se você quer conferir mais dessa galera bizarra, recomendo assistir. 


E então gostaram da lista, tem sugestões? Pode falar, fala que eu te escuto. A lista não segue bem uma ordem de mais mais, pois essa galera toda aí merece estar no ranking. Se quiserem, votem nos seus bizarros favoritos e indiquem outros, quem sabe a lista aumenta. Ela começou com 17, agora já são 20. Foram acrescidos: Fairy Tail, Major General Olivier Mira Armstrong e Kazuma Kuwabara. A ideia é botar fermento na bizarrice. E até a próxima lista bizarra!

domingo, 15 de novembro de 2015

As comidas que você passa a desejar quando assiste TV

Não sei se sou só eu que tenho uma tênia escondida em algum lugar pedindo comida o tempo todo, mas meu apetite para novos sabores e velhos sabores marcantemente deliciosos é mais voraz que Jogos Vorazes. E parece que assistir TV tem sua parcela de culpa. Não necessariamente TV no geral, tipo, publicidade não me provoca nada, novela, idem, mas anime japonês e séries estrangeiras sempre me fazem desejar algum tipo de comida que aparece.

Então, agora que abri meu coração e compartilhei mais esse hábito bizarro de minha vida, resolvi listar as comidas que praticamente saíram da tela dizendo "coma-me", com os programas de TV que provocaram tal ato insano e comidalmente bizarro.

O Hambúrguer Perfeito

O nome do show é How I met your mother, o episódio é 2 da quarta temporada, chamado "The Best Burger in New York". Com esse nome, você já imagina. No episódio em questão, o personagem Marshall insiste que comeu o melhor hambúrguer de sua vida logo que se mudou para New York e nunca mais encontrou o lugar onde se faz o tal hambúrguer. Sendo assim, os quatro amigos dele tentam ajudá-lo em uma peregrinação por todos os possíveis lugares em busca do hambúrguer perdido.

Olha ali ao lado => a cara do Marshall comendo o tal hambúrguer perfeito. Não é pra se sentir tentado a encontrar o hambúrguer perfeito da sua vida? O pior é que não basta ser um hambúrguer, sempre vem com fritas! Imagine a pessoa vivendo disso por semanas, porque ficou profundamente influenciada pelas dezenas de hambúrgueres com fritas que apareceram durante o episódio. Tsc, tsc, tsc, francamente...

Gohan com legumes

Graças a Rurouni Kenshin, o fast food deu lugar à saudável comida japonesa que não mudou muita coisa desde a Restauração Meiji.

Gohan, que é como chamam o arroz japonês, com legumes é o prato mais comum e também costuma ter peixe. O personagem Kenshin Himura é um ex-assassino da Restauração (lá pelo ano de 1968) que vive há 10 anos peregrinando pelo Japão, em busca de redimir seus crimes com boas ações. E uma das suas melhores ações é cozinhar.

Por isso, comida é o que não falta no anime, principalmente, gohan, legumes e peixe, que traz mais variedade e saúde ao cardápio diário da pessoa. Ufa...

Onigiri

Lanchinho obrigatório nas lancheiras de qualquer personagem de anime que frequenta a escola, o que significa praticamente todos.

O onigiri é um bolinho de arroz recheado com qualquer coisa, sendo mais comum o recheio de carne ou peixe. Outro que de tanto ver, bateu a vontade e fui fazer o meu. =>

Como a ideia do onigiri é a de lanchinho mesmo, as mães japonesas, zelosas que são, fazem o tal bolinho parecer um bonequinho fofo comestível. Fazem de tudo, panda, Helo Kity, coelhinhos, até pinguins! É tão bonitinho que só poderia ser gostoso, não é?


Tofu e o tal do ensopado


Fui lá eu assistir o live action de Rurouni Kenshin, que não só parece, mas é meu samurai favorito, quando, depois de assistir o mesmo filme umas mil vezes, encano com a comida na cena do restaurante Akabeko. Pauso o filme e tento descobrir o que é. Parece uma espécie de ensopado com legumes e tofu. Tofu no ensopado! Parece muito, muito delicioso! 

E vai lá a pessoa tentar reproduzir o tal do ensopado, com tofu, sem tofu, tantas e tantas vezes, mas no final, nada, digo NADA nesse mundo pode fazer o tofu ocidental ficar saboroso. Ah, Kenshin, vem cozinhar aqui pra mim!!!

Pizza

Poha, tava tudo saudável e agora fast food outra vez??? Tava eu, tranquilando pela vida, quando me deparo com a nova série animada de Tartarugas Mutantes Ninja (2012) e, é claro, sua comida favorita, pizza. O prazer que dá você pedir uma pizza gigante, sentar na frente da TV e comer tudo com a mão, como uma tartaruga faz, beira a terapia. É um prazer tão absoluto que chega a ser indecente.

Pena que uma terapia nada saudável. De Tartarugas, ainda tem uma comida que quero tentar fazer que é o tal do guioza de pizza, um pastelzinho japonês com recheio especial de pizza, feito só para as tartarugas.

Ali do lado, vocês podem ver o momento em que Michelangelo percebe que pizza é a melhor comida do mundo. =>


Karê raisu

O que diabos é karê raisu? Acabei descobrindo que é como o japonês fala curry rice, traduzindo, arroz com curry. Isso vim descobrir depois de uma pesquisa atrás do tal do curry que eu vejo nos animes e que os personagens tanto adoram. Bem, você pensa, se um personagem gosta tanto de curry a ponto de parecer uma celebração quando tem curry, então eu quero saber como é.

Os animes que mais a presença do curry me marcou foram Owari no Seraph, logo no primeiro episódio, e Bleach, em vários episódios e no OVA 4, Jigoku Hen, pois aparentemente Curry é a especialidade da irmãzinha do Ichigo, a cozinheira oficial da família Kurosaki. Em Naruto também aparece.

Veja as imagens. => Parece que galera de Bleach curte, o prato do Yuu em Owari ganha um close-up e há reações adversas em Naruto, porque o curry parece apimentado e o lance pode ficar muito, muito picante, dependendo do tipo de curry.

A pesquisa então migrou para receitas e restaurantes japoneses que tem o tal do Karê. Na busca, descobri que o karê que fazem aqui no Brasil não fica igual (óbvio) o japonês. Então a ideia é comer no restaurante e tentar reproduzir em casa com as receitas mais fiéis que eu conseguir.

E essa é só a última novidade em desejos por comida proporcionados por programas de TV.

Ainda bem que as produções japonesas são mais apetitosas que as estadunidenses, porque a comida tailandesa ou chinesa que aparece o tempo todo em The Big Bang Theory, não desperta nem um pouco meu apetite. E olha que metade das cenas da série é nesses momentos de comida farta!

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Quem ganha a batalha Frogo X Harry Topper

Vídeo De Quinta! com a primeira parte de uma batalha épica. Num mundo de rabiscos em preto e branco, quem ganha? O Bolseiro hobbit, Frogo ou o bruxo quatro olhos, Harry Topper? Façam suas apostas e acompanhem as surpresas que a luta pode desencadear.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Cebola gosta de se ralar

Retomando a série Vegetais Alienígenas do Espaço



Há tempos a Dona Cebola tentava subir na pia da cozinha. Seu sonho era ser ralada para virar molho. Por mais que tentasse pular, não dava, sempre descia rolando.

- Ah, se eu não fosse tão redonda! - Dona Cebola repetia, desconsolada.

Cada dia era uma tortura. Ela ficava em sua cesta, vendo seus amigos cebolas serem selecionados para virar salada, sopa, molho e até creme, mas ela nunca era pega e começava a perder sua casca. Temia ir para a geladeira, onde ficava a dimensão dos legumes esquecidos.

Dona Cebola sabia que, uma vez que entrassem na geladeira, os vegetais eram abduzidos e acabavam se transformando em vegetais-monstros assassinos horrendos! Cheios de fungos, bolotas de mofo e se desfazendo de podridão!

Aquilo, evidente, era coisa dos vegetais alienígenas. Dona Cebola não gostava deles. Ficavam tirando onda de orgânicos, em embalagens de plástico filme com isoporzinho embaixo, alguns tinham até redinha de proteção, uma frescura só!

Até que um dia, Dona Cebola viu uma forma de virar molho. O negócio parecia simples, intuitivo, tinha uma maçã nas costas e se chamava internet. Dona Cebola sabia que podia confiar nas maçãs, pois toda aquela história de Adão e Eva era só marketing viral, um meme. Ela buscou no Google uma forma de se autotransformar em molho e encontrou um blog destinado a vegetais solitários que queriam cumprir sua missão de vida: virar comida.

E de repente, ali, lendo aquele blog, ela se deu conta de que não estava só. Não porque o blog lhe dava respostas, mas porque tudo o que o blog dizia não servia para nada. O que ela precisava mesmo estava perto dela o tempo todo: ela tinha amigas cebolas. E elas sempre estiveram ali, dispostas a ajudar, mas Dona Cebola, orgulhosa e autossuficiente, nunca enxergara isso.

As cebolas trabalharam em equipe, revezando-se na vigília para que Dona Cebola estivesse na próxima leva de vegetais para a refeição. Até que um dia ela foi pega. E então, simples assim como a amizade, Dona Cebola cumpriu seu destino. Escorregou lindamente por um ralador repetidas vezes para se ralar. Feliz, feliz, feliz!

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

O pau de Justin ganhou o twitter

E não foi um pau de selfie...

Sei que não tenho o hábito de comentar recenteios dos Trending Topics do Twitter, mas não pude me conter diante disso. Por um dia inteirinho a twittosfera ficou comentando sobre o fato daquele cantor Justin Bieber ter aparecido fazendo um nudismo básico numa praia em Bora Bora.

Como sempre acontece quando uma celebridade escorrega no pepino, ou mostra o pepino, tinha um paparazzi de plantão e o assunto #justinpaupequeno ganhou os TTs.

Eu vi uma foto, não sei se era real ou montagem, estava sem tarja e por motivos óbvios não vou republicar e a coisa não era pequena. Mas quem quiser conferir as fotos com tarja, aqui estão. Divirtam-se na discussão!

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

10 coisas que odeio em... humor de Stand up

Sei que algumas leitoras (e porque não dizer alguns leitores) devem ter suspirado ao ler o início desse título, lembrando do nosso querido e amado Heath Ledger em 10 coisas que odeio em você, mas sinto muito. Não é sobre esse ator lindo, queridíssimo e que foi cedo demais para o lado de lá, que vou falar.

O que eu odeio mesmo, e muito, são comediantes de Stand up. Na lista a seguir, vou dar meus motivos, que apesar de serem eternos e retroalimentantes, serão resumidos drasticamente em dez, somente dez.

1. Stand up é um monólogo
Vou ter um arroubo extra grande de sinceridade: Detesto monólogos. Uma só pessoa falando o tempo todo, pra mim é tortura, não comédia. É sermão de padre em latim, não comédia. É palestra em alemão sem tradução instantânea, não comédia. É o professor Arlindo na aula de religião na sétima série, não comédia. Resumindo: não é comédia.

2. Zoação com a plateia
Odeio à morte. Aquele tipo de comediante que aponta um fulano na plateia e vai zoar com ele. Uma vez fui a um show, por engano, e lá tinha um garotinho mágico que fazia um número com quatro membros da plateia. Tudo bem, só que o número deu errado e os pobres quatro voluntários ficaram estabacados no chão, completamente perdidos, pois o garotinho nem sabia improvisar. A lição é: zoar com a plateia um dia vai dar merda.

3. Não interage com a plateia
Zoar é uma coisa, interagir é outra. No primeiro, a chance de dar errado é enorme, na segunda, sim, pode dar errado, muito errado, mas tem que fazer. Mas aí o fulano fica lá no palco falando sozinho, e se estabelece o monólogo, ou seja: não é comédia.  

4. Stand up com personagens de TV
Deve ser o único público que gosta dele. O ator fez sucesso com um bordão. Um famigerado bordão que todo mundo repete irritantemente e ele transforma o bordão no nome do show. Morreu pra mim.

5. Personagens caricatos
Não vejo graça em nordestino, gaúcho, empregada doméstica, caipira, jogador de futebol, bêbado, ou qualquer balela caricata e exagerada que queiram transformar em comédia. Passou o prazo de validade.

6. Piadas politicamente corretas
Judeu só pode fazer piada de judeu, negro de negro, gordo de gordo e assim vai, num eterno umbiguismo hipócrita de humor que não tem graça. Aff...

7. Piadas politicamente incorretas
O ódio aqui nasce no fato de o comediante lembrar o tempo todo que existe o politicamente incorreto, dando a entender que aquilo o censura. Existe pior piada do que aquela que a pessoa ia fazer mas não fez e fica reclamando da morte da bezerra que o impediu de fazer? É pra rir ou pra chorar?

8. O comediante exagerado
Ele parece o bozo, fala alto o tempo todo, usa um figurino horrível, com maquiagem brega, conta piadas sem graça de uma forma exagerada, tentando fazer rir pelos gestos mais que pelo conteúdo. Não cola.

9. Imitações demais
Ah que bom, outro imitador do Sílvio Santos ou do Lula. Ele até colocou um dente postiço pra fazer a Dilma. ¬¬ Ô falta absoluta de criatividade!

10. Tenta se sustentar pelo palavrões
Quando a piada não é boa, talvez uma boa série de %@Î##*!$&#&$%@?#$@?!%#%#! resolva.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Ok, eu sei que não fiz postagem de aniversário. Crise da idade, ano que vem a gente resolve.


sexta-feira, 4 de setembro de 2015

O Blogger Brasil e a blogosfera brasileira

Gente, um minuto de silêncio pela morte do Blogger Brasil.

O Blogger Brasil foi nosso primeiro lar. Em 2002, nos primórdios da blogosfera brasileira, foi ele o portal responsável por abrigar nossas humildes casinhas de experiências bloguísticas e permitir, na época de forma gratuita, o desenvolvimento da blogosfera no Brasil. Era um tempo de loucuras HTMLísticas e noites em claro por causa da internet discada. Até hoje cultivo companheiros bloggers que conheci naquela época e vi outros tantos, alguns muito bons, perecerem no caminho.

Hoje, a nostalgia bate à porta do Universo Bizarro. É tão estranho, os bons morrem jovens, como diria o sábio filósofo, Renato Russo. E os jovens há mais tempo, agora navegam de cloud em cloud, com belas plataformas zen chamadas Iphone, banhada pela internet wireless e 3G ilimitada. E também cuidam para que a história não seja esquecida.

Se hoje temos touchpads e plataformas amigáveis que podem ser utilizadas facilmente por crianças é porque uma galera lá atrás lidou com telas pretas e computadores sem mouse, quebrando a cabeça para criar códigos intrincados que evoluíssem até as facilidades que temos hoje.

Meus queridos, tenham em mente que não são as crianças que estão mais inteligentes hoje, é a tecnologia que está mais acessível e tão intuitiva quanto comer quando se tem fome. Deem valor à história e a esses jovens a mais tempo que fizeram a história acontecer.

Ao Blogger Brasil, pai-mãe da blogosfera brasileira, nossa bloghomenagem.


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Tartarugas Ninja - infância que nunca acaba ;)

Podem rir. Eu não ligo. Parte de mim é uma eterna criança. Ou, como diz o Pequeno Príncipe, eu vejo elefantes dentro de jiboias, ao invés de chapéus.

Quando criança assistia Tartarugas Ninja e agora, já gente grande, assisto a nova série, que começou em 2012. Adoro o novo formato, com personagens mais elaborados, com cenas bem mais interessantes em termos de artes marciais e um visual mais, bem mais (milhões de vezes mais), bonito.

Taí um vídeo que fiz com as cenas que mais gosto, numa trilha sonora inusitada.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Ice Cream Kitty Ninja

Uma das coisas mais legais da nova série Tartarugas Ninja, de 2012, é que, além de trabalhar mais os personagens, tanto heróis quanto vilões e outros neutros, também investiram em novos personagens muito carismáticos, como a Ice Cream Kitty, ou Gatinha do Sorvete, parceira do Michelangelo nas confusões.

O vídeo abaixo eu fiz para mostrar a vocação ninja da Gatinha.