segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Nem um carro a mais

Chega! Não cabe mais carro na rua. Até os cegos já viram isso e os surdos se cansaram das buzinas. Hoje é o Dia Mundial Sem Carros e enquanto as pessoas com inteligência pensam em melhorar o mundo, você pensa no carro que quer comprar. É você mesmo, seu burro, B-U-R-R-O !
Bom, o desabafo acima foi dirigido àquela cambada que ainda não entendeu a relação entre trânsito e sustentabilidade - sustentabilidade e futuro (se você é um desses, se ferra, vai estudar!)

Mas, eu sei que meu caro leitor bizarro é um ser antenado, não necessariamente alienígena, e vai reservar alguns momentos de seu dia para pensar em como pode melhorar a sua vida e a dos outros à sua volta, a começar pelo transporte.

E o UniB como é ativista também está pensando. E anda de bicicleta quase todos os dias, separa o lixo e chinga os que jogam lixo em lugar errado, defende os animais e seu próprio meio, bizarro ou não. E está cultivando a própria horta, com os princípios da permacultura. UniB também é vida saudável, não só vegetariana.

Um comentário:

Lila disse...

Disse tudo, a cambada motorizada que ainda não entendeu as coisas. Não tenho absolutamente nada contra carros, mas custo a acreditar que é cada vez maior o número de domicílios com três carros na garagem, por exemplo. Um para cada ocupante da uma casa! E bem agora, enquanto escrevo, um engarrafamento se formou na rua em frente. Enraivecidos espumantes de plantão estão derretendo dedos na buzina, sem parar. Ou seja, que as ruas sejam liberadas pois eles exigem passar, certo? Não interessa o motivo do engarrafamento, não interessa se estão buzinando em frente de escola e hospital, estressando o resto do mundo, acelerando, queimando combustível- interessa é que têm seus carros e o resto do mundo não existe. Cambada! cambada! Disse tudo!
Bjão!
=)